Archive for Julho, 2009

Acervo da biblioteca britânica disponível na internet

14 Julho 2009

Na “guerra” de quem é o melhor e disponibiliza mais informações pela internet, o burburinho da semana foi a possibilidade de ter acesso ao acervo da segunda maior biblioteca do mundo.

Leitor tem à disposição 150 milhões de fontes de informação e as pesquisas com download custam R$ 25 e acesso vale por 24 horas.

O conhecimento está há um clique…

Mais uma fonte de informação confiável na internet. É a Biblioteca Britânica que disponibilizou na web um acervo gigante de livros, jornais, artigos.

Não é à toa que o prédio, no centro de Londres, ficou conhecido como ‘a catedral do conhecimento’.

A famosa Biblioteca Britânica, a segunda maior do planeta só é menor do que a Biblioteca do Congresso Americano. São nove andares num edifício do tamanho de quatro campos de futebol, três andares para cima e seis para baixo.

São aproximadamente 150 milhões de fontes de informação. Imagina ter acesso a tudo isso instantaneamente e sem ter que viajar à Londres. Afinal, a segunda maior biblioteca do mundo está acessível pela internet.

De casa, do escritório, de qualquer canto do planeta, qualquer pessoa pode ler, pesquisar, aprender com esse gigantesco acervo.

Novidade é poder acessar agora também as 750 milhões de páginas dos 49 principais jornais britânicos publicados desde janeiro de 1800. Matérias, artigos, tudo o que a imprensa britânica contou nesses últimos dois séculos, na tela do computador.

Para pesquisas que dependem de download, ou seja, quando o leitor tem que baixar um arquivo ou mesmo imprimir algum documento, há um custo equivalente a R$ 25 e o acesso vale por 24 horas.

O responsável pela publicação na internet, Ed King, conta que todos os documentos foram microfilmados, assim podem ser acessados em segundos.

O conhecimento não tem limites e graças à internet, o acesso a esse tesouro cultural também se tornou ilimitado.

Veja matéria completa de Marcos Losekan, através do vídeo no site do G1.

Anúncios

Hora Do Conto

13 Julho 2009

Aconteceu na última sexta feira dia 10/07 mais uma edição da atividade de Hora do Conto na biblioteca do campus I da Feevale.

A atividade, que tem como objetivo desenvolver o gosto/incentivo à leitura, contou com a presença dos alunos da turma 211f da Escola de Aplicação.

DSC00543A história escolhida foi “Diário de uma minhoca” de autoria de Doreen Cronin, com ilustrações de Harry Bliss e tradução de Eduardo Brandão.

Durante o “desenrolar” da atividade a bibliotecária Gina Gama, em parceria com a bibliotecária Sabrina Leal, trabalhou temas como: inclusão, respeito às diferenças, além de curiosidades sobre o habitat, alimentação e costumes das minhocas com muito humor e criatividade.

Esse livro faz parte do acervo da Biblioteca do Campus I e pode ser retirado pelos usuários do Sistema de Bibliotecas da Feevale.

DSC00545

DSC00552

Sala de leitura

8 Julho 2009

Inaugurado recentemente, o site Sala de Leitura é uma comunidade literária colaborativa, com a participação interativa de escritores (amadores e profissionais) de diversos gêneros.

Desenvolvido por um grupo de amantes da literatura, o site abre espaço para os usuários postarem seus próprios textos, promoverem debates, divulgarem eventos, saraus, cursos, palestras, seminários, conferências, lançamentos de livros e tudo o que acontece de mais importante no mundo literário.

Na Sala de Leitura, o autor com obra publicada tem também a oportunidade de se relacionar diretamente com os seus leitores. E para navegar livremente, o interessado deve cadastrar-se para fazer comentários, trocar opiniões construtivas e indicar novos amigos, ampliando a rede de relacionamento. Com um conceito diferenciado dos demais sites literários, o Sala de Leitura se destaca pelo dinamismo, interatividade e abrangência do seu conteúdo.

Vale a pena conferir!

Portal LexML

6 Julho 2009
Já ouviu falar do selo-rede-lexml-90x30?
Trata-se de um portal especializado em informação jurídica e legislativa. Pretende-se reunir leis, decretos, acórdãos, súmulas, projetos de leis entre outros documentos das esferas federal, estadual e municipal dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de todo o Brasil: uma rede de informação legislativa e jurídica que pretende organizar, integrar e dar acesso às informações disponibilizadas nos diversos portais de órgãos do governo na Internet.
 
O LexML significa mais do que a unificação da informação legislativa e jurídica em um único portal: trata-se de uma infra-estrutura que permitirá manipular eficazmente a gigantesca quantidade de informações existentes no país.
A pesquisa é realizada no Portal LexML utilizando palavras, números, datas, siglas, apelidos etc.
Lex

Unesco lança Biblioteca Digital Mundial

1 Julho 2009

A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) lançou nesta terça-feira a Biblioteca Digital Mundial, que permitirá consultar gratuitamente pela internet o acervo de grandes bibliotecas e instituições culturais de inúmeros países, entre eles o Brasil.

Dezenas de milhares de livros, imagens, manuscritos, mapas, filmes e gravações de bibliotecas em todo o mundo foram digitalizados e traduzidos em diversas línguas para a abertura do site da Biblioteca Digital da Unesco (www.wdl.org).

A nova biblioteca virtual terá sistemas de navegação e busca de documentos em sete línguas, entre elas o português, e oferece obras em várias outras línguas.

Entre os documentos, há tesouros culturais como a obra da literatura japonesa O Conde de Genji, do século XI, considerado um dos romances mais antigos do mundo, e também o primeiro mapa que menciona a América, de 1507, realizado pelo monge alemão Martin Waldseemueller e que se encontra na biblioteca do Congresso americano.

Entre outras preciosidades do novo site estão as primeiras fotografias da América Latina, que integram o acervo da Biblioteca Nacional do Brasil, o maior manuscrito medieval do mundo, conhecido como a Bíblia do Diabo, do século XVIII, que pertence a Biblioteca Real de Estocolmo, na Suécia, e manuscritos científicos árabes da Biblioteca de Alexandria, no Egito.
Até o momento, o documento mais antigo da Biblioteca Digital da Unesco é uma pintura de 8 mil anos com imagens de antílopes ensanguentados, que se encontra na África do Sul.

Fonte: Terra