Dia Nacional do Livro

“Um país se faz com homens e livros”.
Monteiro Lobato

Hoje, dia 29 de outubro, é comemorado o Dia Nacional do Livro. Essa data foi escolhida para a comemoração, considerando-se a data da fundação da Biblioteca Nacional (29/10/1810), por D. João VI. O grande acontecimento permitiu a popularização do livro, tornando mais fácil o acesso à leitura.

Mas quantos livros você lê em um ano?

Várias pesquisas são feitas trazendo números diferentes sobre a leitura dos brasileiros. Uma por exemplo, indica que 45% dos brasileiros afirmam não gostar de ler. Dados da pesquisa “Retratos da Leitura do Brasil“, realizada pelo Ibope a pedido do Instituto Pró-Livro. O mesmo levantamento aponta que cada brasileiro lê, em média, 4,7 livros por ano. As porcentagens maiores de leitura são para a faixa etária escolar, que indica a obrigação da leitura para as notas escolares.

A pesquisa ainda mostra outros números: “As pessoas têm livros de graça nas bibliotecas, contudo, a procura por estes estabelecimentos é baixíssima. A maioria que os freqüenta vão para estudar. O brasileiro não lê por falta de tempo e interesse”, explica a diretora de projetos do Instituto, Zoara Saila. A dificuldade de acesso foi citada por apenas 7% dos entrevistados. Os motivos mais apontados para a não leitura foram falta de tempo (30%) e de interesse (20%).

Há também a discussão que gira em torno de que o avanço da internet possa interferir na indústria livreira e no tempo de “vida” dos livros na sociedade da informação. E vemos toda semana recordes de vendas de livros, nas listas de revistas e livrarias. Porém, sabemos das adaptações como os e-books, novos equipamentos para leitura destes livros digitais, outras atrações da internet como chats, blogs, sites de relacionamento…

Então pensamos: como atrair a vontade das pessoas para os livros? Educação!!! E a educação que começa em casa, com o exemplo da família, passando pela escola e no meio acadêmico também. Parece estranho dizer isto, mas cansamos de ouvir alunos dizendo que nunca vieram na biblioteca.

As bibliotecas estão cada vez mais inseridas no meio da informática, disponibilizando conteúdos digitais, bases de dados, reunindo e organizando links diversos, interagindo com os seus usuários através de blogs e sites mais atrativos, porém sem se afastar do bom e velho livro físico.

Bill Gattes já dizia: “É claro que meus filhos terão computadores, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever – inclusive a sua própria história.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s