Libras na Internet

O curso Librasnet destina-se ao ensino da Libras na sua gramática própria, de forma contextualizada, com o uso de frases e imagens. Dentro de um conceito inovador, todo o conteúdo foi desenvolvido com o objetivo de favorecer o aprendizado através de uma comunicação eficaz e espontânea e não apenas com o ensino de palavras isoladas.

A metodologia do curso se baseia no formato de um livro didático, iniciando a apresentação do conteúdo pela comunicação básica, tal como a própria identidade das pessoas, suas características físicas, seu nome, sua história e sua família, entre muitas outras situações presentes do nosso cotidiano.

Todos os sinais são apresentados através de recursos de animação (desenhos 2D), que permitem uma visualização mais detalhada dos sinais, tal como a sua repetição, pausa e ampliação, contemplando também a utilização de expressões faciais e corporais, fatores imprescindíveis no aprendizado da língua de sinais.

_____________________

O DECRETO Nº. 5.626, de 22 de Dezembro de 2005, determina que:

– As instituições públicas ou concessionárias de serviços públicos devem dispor de, pelo menos, 5% de servidores capacitados para o uso e interpretação da LIBRAS.

– A LIBRAS deve ser inserida como disciplina curricular obrigatória nos cursos de formação de professores para o exercício do magistério, em nível médio e superior, e nos cursos de Fonoaudiologia, de Instituições Públicas e Privadas.

A Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS – é a garantia do desenvolvimento cultural, social, acadêmico e educacional do deficiente auditivo.

É a chave para adquirir ou ampliar sua inserção na sociedade.

*** A Biblioteca da Feevale, antenada neste processo de inserção social, possui uma funcinária com deficiência auditiva no seu quadro funcional e vários colaboradores já participaram dos cursos de Libras oferecidos pela Feevale.

[]’

Anúncios

Uma resposta to “Libras na Internet”

  1. Leocádia Staudt Says:

    “Eu fiz o curso de Libras normal e avançado e pude perceber que muitas coisas que vem por impulso é correto. Só precisamos, às vezes, usar nossa expressão. Recomendo o curso para a galera, pois além de aprender algo novo melhorou muito a minha comunicação com a nossa colega de trabalho (Liana)”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s