Archive for Julho, 2008

Google… grande Google

30 Julho 2008

Segundo o NY Times, em junho o Google tinha 61,5% do mercado de buscas nos EUA, contra 20,9% do Yahoo e 9,2% da Microsoft.

Mas o Google é grande porque vai além do mercado de buscas. Mapas, notícias, Gmail, Orkut, Google Acadêmico, Picasa (organizador de fotos), Livros (livros digitalizados) e mais recentemente em versão beta, o Knol (versão Google da Wikipedia). Desta forma, a empresa tornou-se a maior do ramo de informações na Web.

O Knol é um site colaborativo de referências. O conceito é muito parecido com o da Wikipedia, a única diferença é que os colaboradores receberão pelos artigos publicados.

Mas sempre aparece alguém para ser a pedra no sapato… desta vez, ex-funcionários do Google lançam novo site de buscas, o Cuil. A maior diferença entre os dois estaria no sistema de classificação dos sites. Enquanto o Google se baseia nos links que o site recebe, o Cuil procura fazer uma busca contextual.

Assim, nós internautas que precisamos das informações no menor espaço de tempo e com a maior relevância possível, estamos na platéia, assistindo a batalha dos grandes, e anciosos por mais e mais informações

[]’

Materiais de Libras no CI

28 Julho 2008

Temos na Biblioteca no Campus I a coleção Clássicos da Literatura em Libras-Português, destinados aos deficientes auditivos.

Trata-se de exemplares em CD-ROM em que é possível acessar cada página do livro em Português com a tradução simultânea para a Linguagem de Sinais.

Esses materiais estão como consulta local, pois trata-se de material utilizado pelos professores como apoio pedagógico. Porém, mesmo não havendo possibilidade de serem emprestados domiciliarmente, podem ser visualizados em nossas salas de multimídia.

Acessem o site http://www.editora-arara-azul.com.br/alice/ e tenham uma prévia do material e como eles se apresentam.

25 de julho – Dia Nacional do Escritor

25 Julho 2008


25 DE JULHO – DIA NACIONAL DO ESCRITOR
————————————————–
Por Gabriel Perissé

Para quem por acaso não sabe, 25 de julho foi definido como dia nacional do escritor por decreto governamental, em 1960, após o sucesso do I Festival do Escritor Brasileiro, organizado naquele ano pela União Brasileira de Escritores, por iniciativa de seu presidente, João Peregrino Júnior, e de seu vice-presidente, Jorge Amado.

No dia do escritor comemoramos a solidão diante da palavra, a verdade, o medo, a alegria, o amor indizíveis de só saber escrever.

[Gabriel Perissé é autor dos livros “Ler, pensar e escrever” (Ed. Arte e Ciência) e “O leitor criativo” (Omega Editora). Recentemente lançou “Palavra e origens” (Editora Mandruvá).]

Fonte: http://www.nlnp.net/dia25.htm

Microsoft oferece gratuitamente ferramenta de conversão de textos em arquivos de áudio

23 Julho 2008

Microsoft oferece gratuitamente ferramenta de conversão de textos em arquivos de áudio

A Microsoft incluiu a ferramenta de conversão de texto em áudio nos programas Windows XP 2000 e 2007. O software é gratuito e pode ser baixado no seguinte endereço: http://www.openxmlcommunity.org/daisy.

A funcionalidade Save as Daisy XML, agora incluída nos programas Windows XP e 2007, permitirá gravar arquivos baseados em Office Open XLM no formato Daisy (Digital Acessible Information System) e depois passá-los para MP3 ou outro formato áudio.

Na prática, o usuário pode usar essa aplicação para transformar arquivos de texto em áudio e criar um livro digital falado, por exemplo. Outra possibilidade é pegar uma matéria na web e transformá-la em podcast para ser ouvido pelo rádio. Isso vale tanto arquivos feitos ou que o usuários escreva.

“Essa é uma facilidade que pode ser explorada por desenvolvedores e pelo usuário nornal. Inclusive, é uma facilidade de grande uso para os portadores de deficiência visual”, explica Roberto Prado, da Microsoft.

A iniciativa teve origem no desenvolvimento conjunto da Microsoft com o Consórcio Daisy, projeto criado para permitir que esses usuários interajam de forma mais eficiente com tecnologias alternativas em seu dia-a-dia.
A ação de colaboração desenvolvida em código aberto permite que desenvolvedores utilizem o código fonte e outros recursos em seus próprios aplicativos. Para acessá-lo, basta ir ao site do SourceForge, em http://sourceforge.net/projects/openxml-daisy.

A adoção do Open XML continua a crescer em todo o setor em várias plataformas, entre as quais, Linux, Windows e sistemas operacionais Mac e Palm. Também está disponível a nova versão do Daisy Pipeline, um outro download gratuito que permitirá ao usuário converter facilmente arquivos em Daisy XML para o formato Daisy Digital Talking Book (DTB ou Livro Digital Falado – LDF). Essas tecnologias representam uma solução multifuncional para a conversão de documentos de texto em formatos acessíveis aos usuários portadores de deficiência visual.

Fonte: WNews

É tudo free

22 Julho 2008

Alguns links de conteúdo disponível na internet gratuitamente.

New York Times

Todo o acervo do jornal de 1851 a 1922 e desde 1987.

Time

Todas as edições desde 1923 de graça.

Superinteressante

No site dá para ler todos os fascículos desde o número 1, com excessão do ano atual.

Memória Viva

O site compila arquivos da revista “O Cruzeiro”

Diário de Pernambuco

Todo acervo do jornal, de 1980 à 1995.

Gazeta de Minas

Através do site é possível ler todo o jornal desde 1887.

[]’

Incentivo à leitura

21 Julho 2008

Sem comentários…

[]’

Câmara aprova reprodução integral de qualquer obra esgotada para uso exclusivo de estudantes

18 Julho 2008

Câmara aprova reprodução integral de qualquer obra esgotada para uso exclusivo de estudantes

A Comissão de Educação e Cultura aprovou substitutivo ao PL 5046/05 (v. abaixo), do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB/SP), que autoriza a reprodução integral de qualquer obra esgotada para uso exclusivo de estudantes. A proposta altera a Lei 9.610/98, sobre direitos autorais, que hoje só permite a reprodução de pequenos trechos, para uso privado do copista.

Mendes Thame considera injusto proibir o aluno universitário de fazer a cópia integral do livro para seus estudos, no caso de a obra estar esgotada e de não haver exemplares suficientes em bibliotecas públicas.

Tramitação

O projeto ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Ele terá de ser votado em Plenário.

Sem fins lucrativos

Pelo substitutivo do relator, deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB/PR), a cópia precisa ser feita sem intuito de lucro e em apenas um exemplar. O relator acrescentou um artigo à proposta obrigando as editoras a oferecerem, na internet, o conteúdo integral ou fracionado das obras, mediante a remuneração dos direitos autorais.

Fotocopiadoras

Rocha Loures rejeitou o PL 1197/07, que tramita apensado e proíbe o funcionamento de fotocopiadoras destinadas à reprodução de livros didáticos nos estabelecimentos de ensino superior.

Ele disse que não há como saber se, em uma instituição de ensino, a máquina se destina ou não à reprodução de obras literárias. “A questão não está no equipamento, mas no seu uso”, observa.

Veja na íntegra a proposta:

PROJETO DE LEI, 5046/05 DE 2005

Para quem quiser saber mais sobre a Lei de Reprografia, acesse: Associação Brasileira de Direitos Reprográficos

Vamos torcer para que o projeto seja aprovado!!

[]’

Habitare – Livros gratuitos

17 Julho 2008

O Programa de Tecnologia de Habitação (Habitare) oferece em seu portal uma série de livros para download. As obras contemplam áreas como construção sustentável, resíduos, planejamento de canteiros, avaliação pós-ocupação, inovação e gestão da qualidade e produtividade, normalização e certificação.
Segundo o programa, as publicações sistematizam conteúdo produzido a partir de pesquisas e são organizadas em três edições: a Coletânea Habitare, a Série Coleções e a de Recomendações Técnicas.

Na primeira foram organizados sete volumes: Inserção urbana e avaliação pós-ocupação, Inovação, gestão da qualidade e produtividade e disseminação do conhecimento na construção habitacional, Normalização e certificação na construção habitacional, Utilização de resíduos na construção habitacional, Procedimentos de gestão habitacional para população de baixa renda, Inovação tecnológica na construção habitacional e Construção e meio ambiente.

Na Coleção Habitare estão dez volumes, entre os quais Coordenação modular, Habitações de baixo custo mais sustentáveis, Planos diretores municipais, Habitação social nas metrópoles brasileiras e Habitação em encostas.
Na série Recomendações Técnicas foram editados três livros, sobre revestimentos de argamassas, mutirão habitacional e planejamento de canteiros.

O acesso a todas às obras é livre e integral. O Programa Habitare é custeado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e conta também com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), na forma de bolsas, e da Caixa Econômica Federal.

[]’

Biblioteca da Feevale na mídia!!

16 Julho 2008

Notícia publicada no Jornal do Comércio, de Porto Alegre, no dia 7 de julho de 2008, caderno Tecnologia da Informação, página 15.

Errata: O software Pergamum gerencia todos os processos da biblioteca e não apenas as buscas. O mesmo foi criado pela PUCPR e não pela PUCRS.

[]’

Libras na Internet

15 Julho 2008

O curso Librasnet destina-se ao ensino da Libras na sua gramática própria, de forma contextualizada, com o uso de frases e imagens. Dentro de um conceito inovador, todo o conteúdo foi desenvolvido com o objetivo de favorecer o aprendizado através de uma comunicação eficaz e espontânea e não apenas com o ensino de palavras isoladas.

A metodologia do curso se baseia no formato de um livro didático, iniciando a apresentação do conteúdo pela comunicação básica, tal como a própria identidade das pessoas, suas características físicas, seu nome, sua história e sua família, entre muitas outras situações presentes do nosso cotidiano.

Todos os sinais são apresentados através de recursos de animação (desenhos 2D), que permitem uma visualização mais detalhada dos sinais, tal como a sua repetição, pausa e ampliação, contemplando também a utilização de expressões faciais e corporais, fatores imprescindíveis no aprendizado da língua de sinais.

_____________________

O DECRETO Nº. 5.626, de 22 de Dezembro de 2005, determina que:

– As instituições públicas ou concessionárias de serviços públicos devem dispor de, pelo menos, 5% de servidores capacitados para o uso e interpretação da LIBRAS.

– A LIBRAS deve ser inserida como disciplina curricular obrigatória nos cursos de formação de professores para o exercício do magistério, em nível médio e superior, e nos cursos de Fonoaudiologia, de Instituições Públicas e Privadas.

A Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS – é a garantia do desenvolvimento cultural, social, acadêmico e educacional do deficiente auditivo.

É a chave para adquirir ou ampliar sua inserção na sociedade.

*** A Biblioteca da Feevale, antenada neste processo de inserção social, possui uma funcinária com deficiência auditiva no seu quadro funcional e vários colaboradores já participaram dos cursos de Libras oferecidos pela Feevale.

[]’

Sugestões para as férias!

14 Julho 2008

Algumas sugestões de títulos recém incorporados ao acervo da Biblioteca:


O Tempo e o Vento

O TEMPO e o vento. Manaus, AM: Som Livre, 1985. 2 DVDs (450 min)

É uma obra prima da literatura brasileira. Marca o início do Regionalismo histórico contemporâneo e agora em cenas que auxiliam na interpretação da formação do nosso Brasil.
Série de TV exibida na Rede Globo em 1985, baseada na trilogia de Érico Veríssimo, tendo como Tarcísio Meira no papel do capitão Rodrigo e com Glória Pires no papel de Ana Terra.


Orgias

VERÍSSIMO, Luís Fernando. Orgias. Rio de Janeiro, RJ: Objetiva, 2005. 132 p.

Se civilização é autocontrole, orgia é a festa ao contrário, a festa do excesso, a euforia sem limite protocolar. Bem, existem orgias e orgias – e é desses vários patamares de prazer e tentações que Luis Fernando Verissimo fala neste livro. A chegada do reveillon e a sucessão de festas de fim de ano são orgiásticas, a seu modo, quando revertem a posição que normalmente todos ocupam, nos escritórios, para se encenarem como festas em que é preciso desreprimir, festejar, de igual para igual, o ano que se foi e o que virá – quando evidentemente seremos melhores, marcaremos a ida ao dentista e vamos parar de fumar. Enquanto isso, a festa pré-final de ano ganha seu caráter libertário e, às vezes, libertino também.

Bom filme e ótima leitura!!!

Feevale no Mapa da Inclusão Digital

10 Julho 2008

O Sistema de Bibliotecas Feevale está contribuindo para a inclusão digital no Brasil ao disponibilizar micros para acesso à comunidade externa, com softwares específicos para as pessoas com necessidades especiais, como o Dosvox*.

Veja mais acessando o Mapa da Inclusão Digital. Para encontrar as informações sobre o PID (Posto de Inclusão Digital) da Feevale, digite no campo “Busca” o termo “Feevale”.

Aproveite também para acessar a Biblioteca de Inclusão Digital

[]’

* O sistema operacional DOSVOX permite que pessoas cegas utilizem um microcomputador comum (PC) para desempenhar uma série de tarefas, adquirindo assim um nível alto de independência no estudo e no trabalho.

LivroClip

9 Julho 2008
Uma ótima dica para os internautas que gostam de leitura online e também para aqueles que ainda não gostam!

O Canal do Livro, iniciativa da empresa Retoque Assessoria e Comunicação que transforma obras literárias em ferramentas educativas, acaba de ser escolhido pelo Ministério da Cultura para integrar o Banco Mundial de Recursos Multimídia.

“LivroClip é a moldura digital do livro, incluindo uma animação sobre a obra, trechos, biografia do autor e uma seção especial que transforma o livro em material pedagógico gratuito para uso de professores em salas de aula do ensino fundamental, médio e superior. O site LivroClip é a construção da primeira Livropédia brasileira, ou seja, o uso da internet para levar os livros à sala de aula, na forma de animações, dicas de uso e fórum de debates. Acreditamos que nossa missão é fazer com que toda obra literária seja um instrumento para melhorar a qualidade da educação no Brasil e é nossa tarefa fazer com que escolas, editoras e empresas sejam parceiros dessa iniciativa.”

Tartarugas Ninjas?!

8 Julho 2008

Estudantes do Laboratório de TV Feevale fizeram uma enquete sobre Tartarugas Ninjas e escolheram o ambiente da Biblioteca para as gravações.

Veja o vídeo e divirta-se!

Será que os colaboradores da biblio estão ficando famosos??

[]’

Audiolivros e Livros em Braile

7 Julho 2008

A biblioteca da Feevale possui um acervo especializado para usuários deficientes visuais.

Você já ouviu falar em audiolivro?
Este tipo acervo tem sido muito difundido na mídia. Já existem sites especializados com conteúdo para download, mediante pagamento ou até mesmo alguns títulos gratuitos e dos mais diversos assuntos.
Segundo a Audio Publishers Association, o negócio dos audiolivros gerou 923 milhões de dólares no ano passado.

Na biblioteca do Campus I, temos o acervo em braile e nos dois campi, temos acervo em CD, com obras inteiramente faladas, na maioria doadas pela Fundação Dorina Nowill para cegos.

Se você conhece alguém que tem deficiência visual e que gostaria de acessar essas obras, encaminhe-a para a Feevale. Inclusive pessoas sem vínculo com a instituição podem tornar-se “usuários comunidade” e passar a usufruir deste acervo.

Temos obras como, por exemplo:
– Braile: mapas, O tempo e o vento, obras didáticas

– Audiolivros: Quando Nietzcshe chorou, Harry Potter, Revista Veja, Pais brilhantes, professores fascinantes